Quem é o porteiro?

Apresentação: Porteiro

Porteiro é a designação da profissão onde o trabalhador deve ficar na entrada de um estabelecimento para proteger a entrada indevida de estranhos. Este local é designado como portaria.

Desde Outubro de 2002, a CBO – Classificação Brasileira de Ocupações, nº 5174-10, do Ministério do Trabalho e Emprego tem a seguinte descrição para o trabalho dos porteiros em todo o Brasil:

Zelam pela guarda do patrimônio e exercem a observação de fábricas, armazéns, residências, estacionamentos, edifícios públicos, privados e outros estabelecimentos, percorrendo-os sistematicamente e inspecionando suas dependências para evitar incêndios, roubos, entrada de pessoas estranhas e outras anormalidades. Controlam fluxo de pessoas, identificando, orientando e encaminhando-as para os lugares desejados; recebem hóspedes em hotéis; acompanham pessoas e mercadorias; fazem manutenções simples nos locais de trabalho.
 
Este é o trabalho do porteiro determinado pelo MTE. Esta descrição é da equipe do Ministro Paulo Jobim Filho, Ministro do Trabalho do Presidente Fernando Henrique Cardoso, em Outubro de 2002, e atualizada pela equipe do Ministro do Trabalho Carlos Luppi, em 2009.
 
Atualmente o porteiro faz o trabalho de um profissional de segurança no seu posto de trabalho? Sim. Claro que faz!
 
O porteiro trabalha em portaria blindada, fica durante 24 horas de olho no monitor que grava as imagens das câmeras de segurança. Na sua portaria tem os alarmes de incêndio, cerca elétrica, IVA, sensores de presença e outros. Também tem o botão de pânico, para ser acionado caso haja alguma ocorrência grave e ainda tem que fazer rondas para evitar roubos e entrada de pessoas estranhas. Tudo isto não é trabalho de segurança?

E porque tudo isto? A resposta é obvia: até meados dos anos 90 os condôminos e moradores de condomínio tinham o quesito segurança em 5º lugar e hoje a preocupação com a segurança ocupa o honroso 1º lugar. As pessoas mudam das suas casas para os condomínios fechados principalmente pelo fator segurança. E quem faz a segurança dos condomínios residenciais? Em 90 % deles, é o porteiro. São raros os condomínios residenciais que ainda tem vigilantes em suas portarias ou em seus postos de serviços.
Atualmente todos os treinamentos /cursos para para porteiros, ministrados por escolas, entidades de classe, administradoras de condomínios e empresas prestadoras de serviços, são focados 100% em segurança, das pessoas e do patrimônio.

É preciso criar um amplo debate sobre tudo isto. Isto precisa ser muito discutido por todos os interessados e pelos que atuam no ramo de portaria, recepção e controle de acesso.
Nós da Recap estamos fazendo a nossa parte. Entendendo bem o “momento da segurança” no país, estamos formando, treinando e conscientizando bons profissionais de portaria, atendimento e controle de acesso. Treinamos profissionais de portaria para a realidade do século 21. Queremos que condôminos, clientes e parceiros, sintam-se realmente seguros, tanto pessoalmente, como em relação ao seu patrimônio.

By: Diney Rodrigues
Instrutor / Consultor em Segurança & Condomínios

Mais nesta categoria: « Legislação do Porteiro

Duvidas? Clique aqui. (62) 9 9501-0160

  • Facebook: vertical.treinamentos